UTV Can-Am Maverick R estreia com campeões nas provas nacionais de rally

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no print
Compartilhar no whatsapp

Pilotos Reinaldo Varela, Deninho Casarini e José Hélio Rodrigues aceleram o novo veículo da marca canadense no Rally Minas Brasil, prova válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Raid

Araxá (MG) – Novidade nas provas nacionais de rally, o UTV Can-Am Maverick R estreia nas mãos de campeões do cenário off-road. Os pilotos Reinaldo Varela, Deninho Casarini e José Hélio Rodrigues aceleram o novo veículo da marca canadense no Rally Minas Brasil, em Araxá (MG). A prova, válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Raid, tem três dias de disputas e vai até sábado (18/5), com 668 quilômetros de percurso no total (549 deles de trechos cronometrados).

O novo UTV Can-Am Maverick R traz motor turbo 1.0 de três cilindros, o qual entrega potência de 240 HP. O design com cockpit centrado no piloto e a transmissão de dupla embreagem com sete velocidades de alto desempenho são outros recursos da máquina de maior potência e suspensão inovadora no segmento de UTVs.

Campeão do Rally Dakar em 2018, Reinaldo Varela destacou o lado esportivo. “O veículo é extremamente prazeroso de pilotar, sem dúvidas vai ser o centro das atenções nas provas. A mudança de marchas ressalta o DNA esportivo do Maverick R, o veículo responde muito rápido. Estou correndo com o UTV 100% original, só fizemos alguns reforços. Por regulamento, podemos andar a até 130 km/h, e o veículo chega rápido por conta da potência”, avalia o experiente competidor, que conta com o navegador Tulio Tanigushi. Ele ainda tem no currículo três títulos mundiais e oito taças do Campeonato Brasileiro da modalidade.

Bicampeão nacional e do Sertões (a principal prova da modalidade) na categoria para UTVs, Deninho Casarini também está animado com a novidade. Ele compete ao lado do navegador Breno Resende. “O potencial do Can-Am Maverick R é absurdo, incalculável. É um UTV totalmente novo e traz um jeito de pilotar diferente, com marchas. Por isso, o objetivo no Rally Minas Brasil é testar o UTV e andar o mais rápido possível, sem preocupação em vencer a prova. A meta é fazer os ajustes necessários de olho no Sertões 2024 (em agosto)”, afirma.

José Hélio Rodrigues é outro piloto de peso no cenário do rally, com cinco títulos entre as motos do Sertões e quase 30 anos de experiência na modalidade. Ao lado do navegador Bissinho Zavatti, ele vive a experiência de acelerar o novo UTV pela primeira vez. “O Maverick R é um lançamento revolucionário na indústria off-road. A primeira experiência com o UTV tem sido fantástica, estamos andando com ele original e fiquei bastante surpreso. A meta é seguir andando rápido e desenvolver o UTV com foco no Sertões”, finaliza.

Mais Can-Am em ação – Os UTVs da Can-Am são a grande maioria no grid da classe no Rally Minas Brasil: dos 47 inscritos, 34 são fabricados pela marca canadense. Destaque para os filhos de Reinaldo Varela, Bruno (com o navegador Ari Fiuza) e Rodrigo (e Matheus Mazzei), além das duplas Deni Nascimento/Gunnar Dums, Fabio Pirondi/Cadu Sachs, Thiago Fraga/Marcelo Almada, Bruno Conti/ Jonathan Ardigo e Helena Deyama/Cris Starling.

Crédito da imagem: Photo Action